Segunda-feira, 31 de Outubro de 2011
A Dream and an Illusion (capítulo 9)

Dia seguinte …

O dia de halloween aproximava-se, é já amanha, estava mesmo em pulgas, ia com o Tiago, com a Mariana, com a Carlota e com os meus pais ao Centerpark ir ver as roupas para o dia de amanha principalmente para a Carlota que ia ter uma festinha na escola, quer dizer … amanha vai haver uma festona na minha escola não se compara á da Carlota que é só cantar o “pau ao gato”, a minha mente hoje estava fértil, só penso e penso e penso no meu Tiaguinho até que o telemóvel acabou por tocar e fazer-me acordar para o meu belo dia, olhei para o visor e era mesmo ele, aquele que me deixava perdidinha da cabeça, atendi e assim começou a nossa linda conversa romântica.

*Inicio da chamada*

Tiago: Bom dia meu amor – calculei que estaria a sorrir pelo outro lado da linha –

Eu: Bom dia gordinho – sorri nesse meu bom humor –

Tiago: Vou agora ter contigo – esfreguei os meus olhos ainda estava ensonada –

Eu: Ainda bem – sorri e bocejei – preciso de miminhos

Tiago: Pede á Carlota – soltou o seu magnífico riso –

Eu: Olha que nem é á Carlota é logo ao Rodrigo – disse num tom mais brusco, eu sabia que aquilo lhe irritava –

Tiago: Então pede … que eu peço á Soraia – disse num tom totalmente diferente –

Eu: Unff … tu és mau – virei a cara em direcção á janela e olhei pelo vidro –

Tiago: Estou a chegar, só espero é que a tua mãe não me dê com um tacho na cabeça – acabei por me render e rir totalmente alto até se fazia ouvir na china –

Eu: Que realista que és – desligou o telemóvel o que me fez ficar a interrogar-me a mim própria –

*Fim da chamada*

Pousei a minha cabeça uma vez mais na almofada e fechei os meus olhos num gesto de “ok agora que já acabei a minha interessante conversa … deixem-me dormir”, mas tinha sempre que chegar alguém para interromper a minha soneira, por isso arregalei uma vez mais os meus olhos e dirigi o olhar para a respectiva porta e ordenei que entrassem.

Tiago: Olá alegria – ao vê-lo cobri-me toda pelos cobertores e ri baixinho – então então ? que é isto? – permaneci em silencio enquanto a minha barriga começava a doer de tanto rir -  Va lá não vamos começar agora a brincar ás escondidas eu preciso de sentir esses teus lábios nos meus – saltou para cima de mim e fiz força para que não conseguisse destapar-me e começou a fazer-me cócegas o que me fez reagir e destapar-me –

Eu: Áhhhh ahhh pára pára – tentei agarrar-lhe nas mãos que iam subindo pela minha barriga a cima –

Tiago: Minha criancinha crescida – ri-me e senti os seus lábios nos meus –

Nesse mesmo momento a minha mãe entrou pela porta a dentro sem sequer bater, e viu-nos um sobre o outro aos beijos com a mão dele por debaixo da minha camisola o que a fez sair de seguida, deve ter ficado a pensar coisas que não são, como que nos estávamos a envolver ou … ok rápido Inês levanta-te e vai atrás da tua mãe explicar tudo.

Tiago: Era a tua mãe? – interrogou-me muito preocupado e acenei-lhe com a cabeça a confirmar  – É desta que me vai dar com uma panela na cabeça – levantei-me e beijei-lhe os lábios antes de sair do quarto –

Eu: O problema nem é ter sido a minha mãe mas sim ela ter-nos visto aos beijos e tu sobre mim com a mãe sabe-se lá onde – calcei-me e olhei-o – sei lá eu o que deve ter ficado a pensar – desci as escadas a correr – mãe … mãe

Mãe: O que foi Inês ? – olhou-me com um olhar que pregava medo ao susto –

Eu: Não foi o que viste … percebes-te mal – arrisquei mesmo assim e olhei-lhe no olhar –

Mãe: Áh está bem, e vais-me dizer que tinhas uma coisa na pestana e que ele te estava a tirar – revirou os olhos – já passei pela tua idade Inês, já sei o que é isso – continuou a fazer o que fizera á minutos atrás –

Eu: Por teres passado pela minha idade esperava que soubesses que não te estou a mentir – olhei-a – eu sou tua filha, merecia um pouco de respeito, não estou a impor que façam o que mando, só que acreditem no que digo – virei costas – porque estou a dizer a verdade – retorci –

Mãe: Filha, é só que cresceste muito rápido e isto dos namorados e isso faz-me confusão – parou e olhou-me – este mundo não está igual, sei lá eu o que vai na vossa cabeça.

Eu: Mãe mas eu nunca te menti, sempre te contei tudo, e eu não me quero relacionar daquela maneira que sabes com ninguém, não agora, e se um dia o fizer será com protecção, ele estava só sobre mim a fazer cócegas e acabámos por nos beijar, afinal somos namorados - inclinei um pouco o meu corpo –

Mãe: Sim tens razão – aproximou-se de mim – é que tu e as tuas irmãs estão a crescer muito rápido, e estão a passar aquela fase de crianças – continuou a aproximar-se – e, desculpa-me filha, mas se um dia resolveres envolver-te diz-me – abraçou-me e assim o retribui acenando com a cabeça –

Eu: Sim mãe – largamo-nos – não faz mal já passou – vi a Carlota dirigir-se a mim –

Carlota: Que se passa ? – olhou para cima numa tentativa de me olhar –

Mãe: Nada – apareceu um sorriso no seu rosto – vá agora vamo-nos vestir que a Mariana já está pronta para irmos embora –

Eu: Ok até já – beijei as bochechas de ambas e subi as escadas dirigindo-me ao quarto –

Tiago: Então? – aproximou-se de mim –

Eu: Está tudo bem – retorqui num sorriso e puxei-o pela camisola para mim encostando-me á parede –

Tiago: Amo-te – beijou-me e assim continuei o beijo –

Eu: E agora vou-me vestir – sorri e afastei-me dele terminando com um beijo –

Começei por abrir o meu armário, vasculhei todas as minhas roupas, uma por uma, até que tirei umas calças de ganga azul marinhas justas, um top branco a dizer “I love you” da mesma cor que as calças, tirei também um colete de pele branco, e comecei  a vestir-me, enquanto o Tiago ficava todo babado a olhar para mim, como se nunca tivesse visto.

Tiago: Eláhh – assobiou –

Eu: Cala-te Tiago – anunciei  e ri enquanto acabava de me vestir – tu não viste nada – deitei-lhe a língua de fora e sorri –

Tiago: Vi o suficiente – piscou-me o olho e puxou-me para ele – mete a língua para dentro se não ficas sem ela – lambi-lhe o nariz enquanto ria e cai por cima dele –

Eu: Áh tabém tabém – ri – não – fiz uma careta – isso querias tu – permaneci com a língua de fora –

Tiago: Sabias que és perfeita ? – olhou-me nos olhos e mordeu-me delicadamente a língua sem me aleijar –

Eu: Shiu – corei e tapei as bochechas para que não percebesse – não sou nada

Tiago: És sim e muito muito muito – agarrou-me pela cintura – estás a corar – apontou para as minhas bochechas e riu-se –

Eu: Não, é impressão tua – disfarcei e sorri – e não sou perfeita meu menino

Tiago: És si… – interrompi-o beijando-o lentamente e fui pousando a minha mão no seu rosto –

Eu: Vez – sorri – é o que acontece quando dizem que sou perfeita – pousei a minha cabeça no seu peito –

Tiago: Então ai de que algum rapaz diga que és perfeita – começou a ficar enciumado – imagino os beijos que já deves ter dado – fechou os punhos –

Eu: Que tonto – olhei-o e agarrei-lhe na mão beijando-a – isto é só a ti – beijei-lhe suavemente os lábios enquanto o meu corpo aproximava-se do dele acabando por ficar-mos juntinhos um ao outro -

-------

Bem, e aqui vai minha gente mais um capítulo Ohhh Yeahh xDD, pois é estou super feliz porque amanha é feriado e porque estamos mesmo na reta final de ter um visual novíssimo, um link-me e blah blah, pois é, que felicidade, mas não é só, é porque o nosso blog está quase a fazer um mês, não é muito mas é o suficinte para me deixar happy, vá também não me posso esquecer que é bye bye testes (por pouco tempo :c) mas pronto, espero que gostem meu amores e comentem muito para postar amanha *.*

Xoxo bem grande*

 



publicado por A Dream and an Illusion às 16:45
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.Welcome
* A fazer *
.Status
Nome: A Dream and an Illusion
Online desde: 15-10-2011
Versão: *
Design: Snow White Designs
.pesquisar
 
.posts recentes

. Todos têm a oportunidade ...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. Feliz Natal !

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

.arquivos

. Dezembro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

.Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Design

.Link-me


some_text