Quarta-feira, 14 de Março de 2012
A Dream and an Illusion (capítulo 14)

Fechei os olhos por breve momentos e saí da casa de banho, voltando para o quarto da minha mãe, abri a porta lentamente e sentei-me, olhei o pequenino atentamente, tinha tantas parecenças com a Carlota de quando era bebé, o sorriso, o olhar, notava-se o seu jeito de menino.  Senti o telemóvel dar sinal de uma mensagem, dizia “Princesa, eles deixaram, amanha ligo-te, amo-te muito, dorme bem e sonha comigo”, nem conseguia acreditar, amanha eu ía voltar a vê-lo, a senti-lo, deixei-me atirar para a cadeira e permaneci uma vez mais com o sorriso parvo que teria á pouco tempo atrás.

Mãe: Estás muito feliz – riu-se da minha figura e olhei-a –

Eu: Mais do que feliz – ri-me igualmente e cruzei as pernas –

Mãe: A que se deve essa felicidade toda ?! – permaneceu com o olhar posto em mim –

Eu: O Tiago vem amanha, tenho tantas saudades dele – pousei a cabeça nas mãos –

Mãe: Tu gostas mesmo dele – acenei afirmativamente com a cabeça –

Eu: Gostar é pouco, é como se tudo á minha volta parasse por momentos, é como se o meu corpo estivesse feito somente para ele, ele é tudo – esfreguei as mãos na cara e aproximei-me dela –

Mãe: Ás vezes, somos feitos para uma pessoa – estendeu o João para os meus braços e agarrei-o juntando-o por completo a mim – ele parece ser bom rapaz, mas filha .. não te deixes iludir, ás vezes o que achamos que está bem, está mal .

Eu: Sim, eu sei, mas com ele é diferente, ele preocupa-se mais comigo do que com ele próprio – comecei a abanar o meu corpo num ritmo brando – ele sempre provou que me ama e sempre lutou para que tudo desse certo, principalmente nunca desistiu da nossa amizade.

Mãe: Nota-se que se amam – sorriu-me e olhei-a retribuindo o sorriso –

Eu: O pai, já te veio ver ? – beijei a testa dele –

Mãe: Sim, e tu tens que ir para casa, descansar, tu e as tuas irmãs – sentou-te devagar na cama e encostou-se á almofada –

Eu: E o pai ?! – continuei com o mesmo ritmo –

Mãe: Ele diz que quer passar aqui a noite, mas não lhe deixes, ele pode voltar amanha de manha, agora precisam é todos de descansar, e eu e o João ficamos bem – olhei para a porta que movimentava-se e entraram as minhas irmãs –

Carlota: Mana, deixa ver o mano, deixa – saltitou freneticamente até mim –

Mariana: Faz-me lembrar a Carlota quando era bebé – riu-se baixinho e começou a fazer-lhe pequenas festas na mão –

Eu: A mim também – olhei o meu menino delicadamente e depois olhei de volta para a Mariana – Podes ir chamar o pai sff ?

Mariana: Ele disse que já vinha – sentou-se na cadeira vaga –

Mãe: Mariana, já foste ver a tia ? – tentou manter-se desperta e esconder o seu cansaço –

Mariana: Sim, estive a despedir-me dela e da Margarida á pouco – beijei a bochecha de Carlota e sorri-lhe –

Bateram suavemente a porta e alguém entrou, por sinal o meu pai, dirigi o meu olhar ao dele e levantei-me.

Eu: Pai, vou indo com as manas para o carro, deixo-te com a mãe, não demores muito – dei-lhe o João para os braços e passei a minha mão pela barriguinha dele –

Pai: Não demoro Inês, eu vou levar-vos a casa, vais ficar com as tuas irmãs, porque eu depois vou voltar para passar aqui a noite – olhou-me – não te importas ?

Eu: Obvio que não, também acho melhor ficares a dar uma olhadela pela mãe – sorri-lhe e baixei-me ao nível da minha mãe – fica bem, amo-te, ate amanhã – agarrei na mão da Carlota e saí do quarto –

Eu: Tens fome princesa ? – perguntou num tom de preocupação –

Carlota: Mais ou menos, quero as bolachas que o pai comprou – fez um pequeno beicinho e abri o carro –

Eu: Mas isso não enche Carlota – pu-la na cadeirinha e coloquei-lhe o cinto –

Carlota: Mas eu não tenho muita fome mana – bufou e cruzou os seu braços ao peito –

Mariana: Deixa Inês, ela comeu á pouco – entrei no carro e sentei-me ao lado da Carlota, que já começava a pousar a cabeça no meu ombro –

Eu: Ok, quando chegarmos a casa, dou-te as bolachas – fechei a porta e encostei-me ao vidro da janela, olhando através dele –

Fechei os olhos e o meu pai entrou no carro, garantiu que estava tudo bem e arrancou, dirigindo-se de volta para casa, pousei a cabeça nos braços e adormeci ao de leve, bastava qualquer barulho que provavelmente acordaria, como um sono que nos permite estar “atentos” ao que se passa ao nosso redor. Automaticamente não conseguia entrar num sono profundo porque a minha mente estava ocupada, o que mais queria naquele momento era correr para os braços do Tiago, dizer-lhe que lhe amo só mais uma vez e não o deixar mais. Senti o carro parar e abri lentamente os olhos, olhei pelo vidro já embaciado, tinhamos chegado, agarrei na Carlota ao colo embrulhando-a no meu casaco,  como sempre, estava a dormir que nem um anjinho, andei para dentro de casa fazendo o minimo barulho possivel, subi as escadas para o meu quarto, pousei-a na cama lentamente, agarrei nos corbertores mais proximos e cobri-a. Sentei-me na cama, encostei-me á almofada e pousei a sua cabeça nas minhas pernas, começando a mexer no seu cabelo suavemente.

Pai: Vou indo – espreitou pela porta e susurrou – cuida bem de ti e das tuas irmãs.

Eu: E tu de ti e da mãe – respondi-lhe de igual modo – até amanhã.

-------

Peço mesmo muitas desculpas a todas as leitoras, andei muito tempo sem postar, por isso mesmo aqui vai mais um capítulo para vos compensar, eu sei que não chega, e que o capítulo não está grande coisa, mas pronto, tinha que fazer qualquer coisinha, a sério desculpem-me, vou tentar voltar a postar com mais frequencia, sexta ou no fim de semana, posto mais um, e agora como ritual, agradeço a todos os que lêm e gostam da minha fic, agradeço pelos comentários e espero que gostem.

Xoxo*



publicado por A Dream and an Illusion às 22:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.Welcome
* A fazer *
.Status
Nome: A Dream and an Illusion
Online desde: 15-10-2011
Versão: *
Design: Snow White Designs
.pesquisar
 
.posts recentes

. Todos têm a oportunidade ...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. Feliz Natal !

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

. A Dream and an Illusion (...

.arquivos

. Dezembro 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

.Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Design

.Link-me


some_text